Paróquia São Francisco de Assis
 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

LITURGIA DIÁRIA

 

ACERVO

 

WEB TV

Web TV
 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
Dom Francisco de Sales participa de Assembleia Geral da CNBB

 
Imagem
O bispo da Diocese de Cajazeiras Dom Francisco de Sales Alencar Batista está, desde a última segunda-feira (11) participando da 56° Assembleia Geral realizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em Aparecida-SP. Dom Francisco de Sales faz parte do grupo de bispos do Regional Nordeste 2, compreendido pelas dioceses da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas. Conheça alguns pontos da 56° AG da CNBB: Distribuição dos lugares Ao entrar neste espaço, um primeiro aspecto chama a atenção: cada bispo está sentado num espaço reservado para o seu regional (vale lembrar que são 18 regionais). E aqui, uma ajuda importantíssima em toda essa organização é dada pelos secretários de cada regional, padres ou leigos, responsáveis, entre outros, pela coleta ou distribuição de algum material impresso. Mesa de coordenação No plenário, a mesa principal sempre é composta pela presidência da CNBB e por algum perito convidado para tratar de um assunto específico. Mas toda a coordenação dos trabalhos fica sob a responsabilidade do Secretário-Geral. Este ano, excepcionalmente, Dom Esmeraldo de Farias, bispo auxiliar de São Luís (MA) é que está realizando a função de coordenador geral dos trabalhos. Ele é o responsável por apresentar a pauta do dia, fazer a apresentação do tema, regular os tempos e horários das sessões e conceder o uso da palavra e as intervenções. O regulamento da Assembleia estabelece que “o tempo para qualquer intervenção em plenário da Assembleia Geral é de três minutos, podendo o coordenador da sessão, por razão justa, diminuí-lo ou, excepcionalmente, aumentá-lo” (art. 55). Sessões em plenário Também é durante as sessões plenárias que são realizadas as votações e aprovações de textos e documentos. Qualquer votação em plenário pode ser feito de dois modos: ou a “descoberto” (onde cada bispo ergue a mão diante da pergunta) ou de forma secreta (por escrito ou outra forma que garanta o sigilo). A proclamação dos resultados sempre é feita pelo coordenador dos trabalhos. Outro trabalho indispensável dentro do plenário é o da secretaria. Durante a 56ª Assembleia este serviço está sob a responsabilidade dos padres Antônio Silva da Paixão, Deusmar Jesus da Silva, auxiliados pelo Antônio Xavier Batista. Eles ficam numa mesa ao lado da mesa principal e servem como ligação com a secretaria e equipes de serviço externas à Assembleia. Algumas pessoas também integram o grupo de TI (tecnologia da informação). Fundos No fundo do plenário ficam os assessores, padres ou leigos que coordenam e auxiliam as comissões episcopais e que colaboram na reflexão e elaboração de textos e também na organização de toda a Assembleia Geral. Mas sobre estas funções, o regimento já afirma: “tal equipe, formada de pessoas de confiança da Presidência, terá total discrição, não interferirá nos trabalhos do plenário, não terá voz, a não ser interpelada pela Presidência, nem participará das sessões reservadas somente para os membros e Bispos” (art. 108). Em cada sessão plenária, uma ata é redigida e entregue aos bispos. A redação destas atas fica por conta de sete bispos e dois padres auxiliares. Logística Mas quem olha toda essa estrutura pronta não imagina que tudo começou a ser pensado há seis meses. Segundo a Coordenadora do Núcleo de Eventos do Santuário Nacional, Ana Persídia Sales, a Assembleia Geral da CNBB se torna um evento complexo e exige uma atenção especial. “Há um cuidado maior porque modifica toda nossa estrutura e dinâmica. Tudo é montado para o evento. A montagem da estrutura começou no dia 26 de março e nesse período pré, pós e durante o evento, cerca de 150 pessoas estão envolvidas, entre segurança, limpeza, empresas terceirizadas e colaboradores do Santuário”, afirma. Pascom com informações da CNBB
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
Comentar

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

INFORMATIVO

 

NOTÍCIAS

 

WEB RÁDIO

Web Rádio
 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE

It was much more of an odd piece than a practically rolex replica sale useful one, and hence it had not received instant recognition or success. It has to be noted though that replica watches uk at the time of its creation in the middle of the 1950's intercontinental business trips were much less common than rolex replica sale they are today, which rendered this watch less desirable than its similarly expensive counterparts which were equipped with other useful complications as judged by contemporary standards. In any event the original Patek Philippe World Timer is a complicated piece unto itself. The ingenious world time disc-system was invented by Louis Cottier in 1931 was later replica watches implemented by Patek, Vacheron Constantin, Rolex, and others. As times have changed, not only did this complication rolex replica uk become one of the most popular useful functions, but the reference 2523 has also become much more appreciated among collectors, as seen by the seven figure prices these replica watches uk world timers consistently achieve at auctions.