Paróquia São Francisco de Assis
 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

LITURGIA DIÁRIA

 

ACERVO

 

WEB TV

Web TV
 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
Como o homem deve lidar com a mulher na TPM?

 
Imagem
Para os homens, será mesmo tão difícil assim saber lidar com uma mulher no período da TPM?

A tensão pré-menstrual (TPM) é um conjunto de sintomas que a mulher manifesta um pouco antes da menstruação. Ficar deprimida, irritada, chorosa, angustiada ou cansada são alguns dos sinais da TPM.

Muitos, é claro, não perdem tempo em colocar uma dose de humor no assunto e inventam outros significados para a sigla TPM: “Tô Pra Matar”; “Todos os Problemas Misturados”; “Tira as Patas de Mim”; “Tocou, Perguntou, Morreu” entre outros.

Entretanto, falando para os homens, será mesmo tão difícil assim saber lidar com uma mulher no período da TPM? Antes, vejamos algo sobre nós.

Quando criou o ser humano, Deus o colocou num jardim. Interessante que não o introduziu numa cidadela nem numa oficina, ainda que pequena, artesanal ou rústica (como seria conveniente pensarmos em algo nos inícios) nem em um campo, mas num jardim.

O fato de o homem estar num jardim significa que ele estava inserido na natureza, a qual possui seus ciclos, suas estações e processos. E Deus o fez capaz de perceber isso, pois lhe deu como missão “cultivá-lo e guardá-lo” (Gn 2,15). O ser masculino, que tem a tendência de ser mais objetivo e racional, é capaz, sim, de perceber os tempos da natureza, observar como melhor se desenvolve cada uma das diversas árvores, plantar na época certa os vários tipos de frutos e grãos, saber com antecedência quando vai chover ou não. Nisso, ele aprende que tudo tem um tempo e que é essencial respeitá-lo, analisar e saber lidar com a gradualidade das coisas.

Mesmo com a correria da vida moderna, ainda encontramos homens que sabem ensinar aos mais jovens e impetuosos a paciência e a meditação nas adversidades. São homens que entendem a dinâmica da vida e sabem que nem tudo pode ser obtido às pressas.

Em qualquer outro ambiente que Deus introduzisse o homem, ele iria empreender ou construir e ter resultados um tanto mais imediatos; não iria observar os processos nem aprender como poderia ser íntimo e amigo dos ciclos da natureza. Imagine, então, se Deus o colocasse num shopping com fast-food, escadas rolantes, pegue e pague etc. Mas o que isso tem a ver com o ciclo e o humor feminino? O que tem a ver com forma de nós homens buscarmos agir de uma maneira melhor? Tem tudo a ver! Já explico.

Um tempo depois de tudo aquilo que havia no jardim, quando a mulher lhe foi apresentada, o homem identificou-se com ela: “o osso de meus ossos e a carne de minha carne” (Gn 2, 23). Mulher, tão próxima ao homem e ao mesmo tempo tão diferente. A mulher que, em sua natureza, tem também seus ciclos hormonais, tudo ligado à geração de vida.

Então, pergunto: “Não teria o homem, em sua essência, os dons e a sabedoria para lidar com os ciclos de sua mulher?”.

Por ser muito mais preciosa do que qualquer coisa neste mundo para o homem, a mulher deveria experimentar a sensibilidade masculina de poder respeitá-la e se esforçar para compreender e ajudar sua parceira. Talvez, não somente “naqueles dias”, mas em tudo o que ela vive; afinal, o amor se firmará pela doação de si e não só por sentimentos agradáveis pela outra pessoa. A nossa verdadeira vocação de amor está em nos doarmos.

Então, aí vão algumas dicas de como melhor tratar sua namorada, noiva ou esposa na “TPM”.

– Acompanhe a amada, conheça seu ciclo

Recomendo que a moça queira se conhecer pelo Método Billings, uma forma de entender seu corpo e a mais natural e saudável para, no futuro matrimônio, viver a sexualidade.
E quando o noivo ou namorado está a par de tudo isso, é uma maneira a mais de ele a conhecer e assim respeitá-la e amá-la.

– Procure ter paciência com a amada nos dias da chamada TPM

Os níveis dos hormônios no organismo masculino são mais constantes; portanto, não temos noção dos efeitos que a variação hormonal provoca nelas todos os meses. Não a julgue segundo seus conceitos!

Também será muito bom você se programar de antemão para os dias mais tensos, já sabendo que, nesse período, terá de ser mais paciente.

– Deixe esclarecimentos e justificativas para depois

Se ela quer falar, deixe-a falar. Se ela tem uma tendência a se irritar com pouca coisa, deixe-a expressar-se e tente não brigar. Sabe aquela máxima que diz: “Quando um não quer dois não brigam?”. Na hora da irritação de um, quando o outro revida, coisas pequenas e insignificantes tendem a se tornar gigantes e motivos de outras discussões futuras. Depois de algum tempo, com ela mais calma, se você tentar mostrar o seu ponto de vista, talvez ela veja que realmente não tinha motivos para tanto, e até lhe peça desculpas.

– Conscientize-a

Chocolates e elogios podem funcionar no momento, mas o que vale mesmo é você, com o passar dos meses, comentar e tentar conscientizá-la de suas reações e o que podem, os dois, fazer para minimizar as manifestações da tensão. Busquem um modo acertado de viver esses dias. Um exemplo: se ela não quiser tocar em determinados assuntos nos dias de TPM, aceite. Se precisar ir embora mais cedo da casa dela, combinem assim.

– Perceba o que é próprio da TPM e o que não é

Com carinho e racionalidade, demonstre que as manifestações fora desse contexto, quando usadas como pretexto para ela se acomodar em responder por seus ímpetos, vai desgastar a relação.

– Se for o caso, recomende ajuda médica

Se as reações dela na TPM forem algo muito forte e fora do comum, talvez ela precise de uma ajuda além da sua. Tente recomendar que ela visite o ginecologista ou psicólogo.

Enfim, se tudo fizermos com carinho, amor e respeito, teremos a sabedoria de lidar com um ser tão belo e misterioso como é a mulher, e isso será motivo de grande júbilo em nossa vida. O homem tem em si o dom de contemplar e se encontrar numa mulher especial, para construir a felicidade de ambos.

Deus abençoe!

Sandro Arquejada

Sandro Aparecido Arquejada é missionário da Comunidade Canção Nova. Formado em administração de empresas pela Faculdade Salesiana de Lins (SP).
 
 
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
Comentar

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

INFORMATIVO

 

NOTÍCIAS

 

WEB RÁDIO

Web Rádio
 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE

It was much more of an odd piece than a practically rolex replica sale useful one, and hence it had not received instant recognition or success. It has to be noted though that replica watches uk at the time of its creation in the middle of the 1950's intercontinental business trips were much less common than rolex replica sale they are today, which rendered this watch less desirable than its similarly expensive counterparts which were equipped with other useful complications as judged by contemporary standards. In any event the original Patek Philippe World Timer is a complicated piece unto itself. The ingenious world time disc-system was invented by Louis Cottier in 1931 was later replica watches implemented by Patek, Vacheron Constantin, Rolex, and others. As times have changed, not only did this complication rolex replica uk become one of the most popular useful functions, but the reference 2523 has also become much more appreciated among collectors, as seen by the seven figure prices these replica watches uk world timers consistently achieve at auctions.