Paróquia São Francisco de Assis
 

PESQUISAR

Digite a palavra ou frase de seu interesse:
 

LITURGIA DIÁRIA

 

ACERVO

 

WEB TV

Web TV
 

DESTAQUES

 

FOTOS EM DESTAQUE

 
Asia Bibi: marido e filha vão a Roma para pedir intervenção

 
Imagem
Familiares da paquistanesa cristã condenada à morte pedem intervenção da comunidade internacional para que ela seja libertada

Da Redação, com Rádio Vaticano

Uma nova tentativa de libertar Asia Bibi, paquistanesa cristã que está presa sob acusação de blasfêmia e foi condenada à morte. Nesta terça-feira, 14, o marido dela, Ashiq Masih; sua filha, Eisham Ashiq; e seu advogado, Joseph Nadeem, participam de uma coletiva de imprensa em Roma para pedir a intervenção da comunidade internacional a fim de que a mulher seja libertada.

Asia Noreen Bibi, mãe de cinco filhos, foi presa em 2009 sob acusação de ter insultado o profeta Maomé. Ela nunca deixou de afirmar sua inocência, mas foi condenada em 2010 à pena de morte e se tornou símbolo da injustiça e do abuso da lei anti-blasfêmia. A paquistanesa cristã está presa há mais de dois mil dias no cárcere de Multan.

A história de Asia coloca em evidência a facilidade com que é possível incriminar uma pessoa por blasfêmia no Paquistão. Como no caso de Asia, para ser preso por blasfêmia é suficiente uma acusação, na maioria das vezes, infundada. Acredita-se que cerca de 95% das acusações são falsas.

A norma não prevê a prova por parte do acusador e resta ao acusado provar a própria inocência. Também é muito alto o número de homicídios extrajudiciais ligados à acusação de blasfêmia.

A coletiva com os familiares de Asia foi proposta pelo senador Mario Mauro e pelo sub-secretário de Estado da Defesa, Domenico Rossi, junto com a Associação Paquistaneses Cristãos na Itália e com a associação CitizenGO.
Comentários: Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário!
Imprimir
Comentar

CADASTRAR-SE

Cadastre seu e-mail para receber nossas atualizações:
 

INFORMATIVO

 

NOTÍCIAS

 

WEB RÁDIO

Web Rádio
 

DESTAQUES

 

VÍDEO EM DESTAQUE

It was much more of an odd piece than a practically rolex replica sale useful one, and hence it had not received instant recognition or success. It has to be noted though that replica watches uk at the time of its creation in the middle of the 1950's intercontinental business trips were much less common than rolex replica sale they are today, which rendered this watch less desirable than its similarly expensive counterparts which were equipped with other useful complications as judged by contemporary standards. In any event the original Patek Philippe World Timer is a complicated piece unto itself. The ingenious world time disc-system was invented by Louis Cottier in 1931 was later replica watches implemented by Patek, Vacheron Constantin, Rolex, and others. As times have changed, not only did this complication rolex replica uk become one of the most popular useful functions, but the reference 2523 has also become much more appreciated among collectors, as seen by the seven figure prices these replica watches uk world timers consistently achieve at auctions.